Blog

Feira de Ciências das Escolas Municipais contou com Soluções Inovadoras

19 de outubro de 2017   publicado por: Prefeitura de Pacajus

“Inovando com as Ciências, Transformando o Saber”. Com esse tema, a Prefeitura de Pacajus, por meio da Secretaria de Educação, promoveu a VIII Feira Científica e Cultural do Município, etapa local para seleção de pesquisas a serem apresentadas na Fase Regional do Evento, na qual serão escolhidos os estudos a serem apresentados no Ceará Científico, de amplitude estadual.

O surto de vírus transmitidos pelo Aedes aegypti este ano levou o professor Giliarde Silva, da EEF Raimundo Sotero, a incentivar os alunos a pesquisar formas naturais e de baixo custo para preparar repelentes ao mosquito. Com essa proposta, a pesquisa venceu o VIII Feira Científica e Cultural do Município. O produto foi desenvolvido com Óleo de Coco, Álcool, Citronela e Cravo da Índia, resultando de estudos realizados em experiências práticas, buscas no Google e na leitura de um artigo científico, publicado pela Universidade de São Paulo (USP) sobre os componentes químicos do produto. Para o professor, o objetivo foi atingido: “Temos um repelente acessível, sem ou com poucos efeitos adversos e por meio do qual os estudantes pesquisaram também noções laboratoriais”, revela.

A Farmácia Viva foi outro projeto importante, que ficou em 2º Lugar no Encontro Científico: a partir da visita de alunos da EEF Raimundo Nogueira, ao Horto/ Feira de Plantas Medicinais da Universidade Federal do Ceará (UFC), eles implantaram a Farmácia Viva na Escola, junto com pais, professores e funcionários. Depois, orientados pela professora Adriana Queiroz, pesquisaram as propriedades medicinais do gengibre e outras plantas. A partir daí, os adultos foram capacitados a preparar balinhas de gengibre, com um custo baixo, o que é um fator gerador de saúde, ocupação e renda.

O 3º Lugar foi do Centro de Educação Deputado Pedro José, com uso de Materiais Recicláveis, sob orientação da professora Fernanda.

Para Darlan de Oliveira, Secretário de Educação do Município, as sete experiências, oriundas de seis escolas, cumpriram o papel de gerar inovação, propondo soluções para os problemas das comunidades, e conhecimento. “Os trabalhos investigaram dificuldades das pessoas do entorno e apresentaram propostas executáveis. Estão todos de parabéns!”, comemorou.

Iniciativa

Os estudantes Jayanne Adylla e o colega Samuel Lucas, do 8º Ano A, da EEFI Francisco da Silva, perceberam a água que fluía do ar-condicionado do colégio, dia após dia, como resultado do funcionamento normal do aparelho. Assim, tiveram a ideia de pesquisar como reaproveitá-la e apresentaram o estudo no Evento. Usaram canos, gesso e a canalizaram para regar a horta comunitária da escola. “Há escassez de água em todos os lugares. Portanto, devemos usar com eficiência”, afirma Jayanne.


Tags: #encontro #cientifico #estudantes #inovação #educação #pesquisa #ciências #pacajus