História da Cidade

Apresentação

Pacajus é um município brasileiro do estado do Ceará. A distância para Fortaleza é de 51,1 km. A via de acesso para a capital Fortaleza é a BR-116. Localiza-se na Região Metropolitana de Fortaleza.

 

História

A região entre às margens do rio Choró e rio Acarape era habitada por índios como os Jenipapo, Kanyndé, Choró e Quesito.

As origens de Pacajus, remontam ao início do século XVIII (provavelmente 1707),quando nestas terras foi instalada a Missão dos Paiacu. A instalação desta missão pelos jesuítas foi possível com a doação de uma légua de terras situadas nas margens do rio Choró, tendo como intermediário o desembargador Cristóvão Soares Reimão. Este reduto teve uma certa configuração urbana, edificando-se casas residenciais e uma capela de taipa e chão batido, admitindo-se como padroeira Nossa Senhora da Conceição.

Com a transferência dos índios para Portalegre, no Rio Grande do Norte em 1762, o local no qual foi construído uma capela de taipa e algumas casas passou a ser sítio Monte-Mor-o-Velho, que teve como administradores dois moradores de Cascavel: o sargento-mor Jerônimo de Antas Ribeiro e o padre José de Sousa.

Através da missão, depois sesmarias e ao redor da Igreja Velha (construída pelos índios no século XIX e que ainda existe) surgiu o núcleo urbano que hoje chama-se Pacajus.

 

Economia

A economia de Pacajus tem como base a agricultura (principalmente o cultivo do caju), comércio, industria e turismo. Pacajus está situado numa das zonas industriais mais dinâmicas do Ceará. Junto com o município vizinho de Horizonte forma um complexo industrial que emprega grande parte da mão de obra destes dois municípios e outros circunvizinhos. O turismo é intenso, devido aos recursos naturais e aos eventos culturais, como o carnaval.

 

Hino de Pacajus

Pacajus, Pacajus!
Teu nome nos convida a lutar,
Pacajus, Pacajus!
Unidos nós queremos te exaltar.

Porque és um exemplo verdadeiro,
De coragem, de força e decisão,
Tens a crença do povo Brasileiro,
E une legado de bela tradição.

Pelo ideal da tua mocidade,
Que no estudo tem novo despertar,
E uma aurora de grande claridade,
Vai teu belo futuro iluminar.

Os cajueiros com flor nos caminhos,
E o mangueiral de copa verdejante,
Os pássaros libertos dos seus caminhos,
Com a tua glória nesse instante